0
0
0
s2sdefault
Divulgação
Brasil perde um de seus maiores nomes no humor
0
0
0
s2sdefault

Participantes do Porto Alegre em Cena concorreram em cinco categorias. “O Sobrado”, de Inês Marocco, foi o grande vencedor do festival


Criado com o intuito de valorizar as produções gaúchas que participam do festival de teatro Porto Alegre Em Cena, o 4º Prêmio Braskem em Cena foi entregue na capital gaúcha, no dia 21 de setembro, no Theatro São Pedro, e teve como grande ganhador “O Sobrado”, dirigido por Inês Marocco. O espetáculo é uma criação do grupo Cerco, promovida pelo Departamento de Arte Dramática do Instituto de Artes da UFRGS. No discurso de agradecimento, os alunos pontuaram: “Esperamos que mais professores saiam de seus gabinetes, onde passam o tempo escrevendo artigos e vão para a palco”.
“O Sobrado” recebeu os troféus de melhor espetáculo dos júris oficial e popular, votado em urnas nas saídas dos teatros. Os prêmios somam R$ 23 mil. Também foram vencedores o diretor Zé Adão Barbosa, pelo espetáculo “A Arca de Noé”; a atriz Aracy Esteves, por “Marleni”, de Liliana Sulzbach e Márcia do Canto; e o ator Daniel Colin de “A Vida Sexual dos Macacos”.
Destinada às produções do Rio Grande do Sul, o Prêmio Braskem contou com dez peças concorrentes, que foram apresentadas na 16ª edição do Porto Alegre em Cena: “A Arca de Noé”, “A vida sexual dos macacos”, “Desvario”, “Ditos e malditos – uma instalação coreográfica”, “Marleni”, “Mulheres fortes em corpos frágeis”, “O bairro”, “O médico à força”, “O Sobrado” e “Teresa e o aquário”. Os jornalistas Antonio Holhfeldt, Renato Mendonça, Vera Pinto, Helio Barcellos e Roger Lerina foram os jurados desta premiação.

0
0
0
s2sdefault

Quando surgiu no universo teatral, o dramaturgo trouxe mais que uma nova construção de linguagem, foi um dos primeiros a levantar a voz dos marginalizados.

0
0
0
s2sdefault



Doutores da Alegria comemora aniversário, em setembro, com inauguração de espaço multimídia para eventos e programação especial

Por Pablo Ribera

A ONG Doutores da Alegria, grupo de artistas especializados na arte do palhaço em hospitais, completa 18 anos de trabalho no próximo dia 28 de setembro. Para comemorar a data, a organização inaugurou o espaço Doutores da Alegria e realiza uma programação especial, com espetáculos, palestras e outras atividades durante todo o mês.
O espaço, localizado na sede da ONG, na rua Alves Guimarães, em São Paulo, conta com uma sala multimídia, galpão para cursos e eventos, além de uma loja com produtos personalizados dos “besteirologistas”. “É um espaço aberto a todo o público, aonde se pode encontrar um pouco do nosso trabalho”, disse o coordenador de Criações Artísticas, Angelo Brandini.
O espaço Doutores da Alegria conta, ainda, com uma Midiateca, também presente no Recife (PE) e em Belo Horizonte (MG). Elas têm como objetivo apoiar cursos e atividades desenvolvidas por suas diferentes áreas e projetos, disseminar informações, estimular a pesquisa e atender ao público em geral. “Pode-se ver, também, os arquivos dos Doutores da Alegria ao longo destes 18 anos e o trabalho desenvolvido por nós”, explicou Brandini, acrescentando que o acervo é constituído por livros, relatórios, folhetos, projetos, vídeos, fotos, artigos de jornais e outros documentos produzidos ou coletados pelos Doutores, e cujos temas tenham como foco o palhaço.
A criação do espaço reflete o caminho traçado pelos Doutores da Alegria ao longo de sua trajetória. A ONG foi pioneira em levar o teatro e a arte do palhaço aos hospitais. “Realizamos cerca de 700 mil visitas aos hospitais durante estes 18 anos. Também influenciamos o poder público com programas de saúde e conseguimos passar a filosofia que temos, da delicadeza e respeito com o próximo”, afirmou Brandini.
Idealizado por Wellington Nogueira, o grupo cresceu e, hoje, trabalha também em outros setores e atividades, como espetáculos, cursos, palestras e debates. “Temos uma atuação fora dos hospitais muito grande. Passamos, também, a propagar a arte do palhaço”, disse Brandini. A organização articula atualmente uma rede de cerca de 250 grupos de atuação semelhante, o programa “Palhaços em Rede”, que inclui oficinas de orientação gratuitas.
Programação
de aniversário

São Paulo

Palestra Boas Misturas – 17/9
      A atriz e palhaça Thais Ferrara e a psicóloga Morgana Masetti narram suas histórias dentro da Doutores da Alegria e falam sobre as boas misturas que médicos e “besteirologistas” provocam no hospital.
Horário: 19h30
Doutores Contam Causos – 24/9
   A ONG prepara uma edição especial com os palhaços circenses Picolino e Picoli.
Horário: 19h30

Recife e Belo Horizonte

A sede mineira recebe uma “Palhestra”, no dia 18, às 19h: “Doutores Contam Causos”, no dia 25, às 19h, e o “Menor Festival de Palhaços Mineiros do Mundo”, no dia 26, às 17h. No Recife, no dia 27, acontece a 1ª edição de Doutores Contam Causos, às 19h.
As inscrições podem ser feitas pelo site: www.doutoresdaalegria.org.br

Página 1 de 2