Foto: Aline Macedo Tuca Andrada estreia o show “Orlando Silva – Nada Além” no Teatro Ipanema

Tuca Andrada estreia o show “Orlando Silva – Nada Além” no Teatro Ipanema

Orlando Silva foi ídolo absoluto de uma época, e que deveria estar até hoje sendo homenageado junto à Frank Sinatra, Billie Holiday e Edith Piaf, só para citar outros gênios nascidos em 1915, mesmo ano que Orlando nasceu –, diz Inez Viana.

Com patrocínio da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro e da Secretaria Municipal de Cultura, por meio do programa de Fomento Cidade Olímpica, direção musical de Marcelo Alonso Neves, direção artística de Inez Viana, direção de produção de Claudia Marques e interpretação de Tuca Andrada, o show “Orlando Silva – Nada Além” é composto por 18 músicas marcantes da carreira desse grande cantor brasileiro, entre elas “Carinhoso”, “Atire a primeira pedra”, “Lábios que beijei”, “Sertaneja”, “Aos pés da cruz”, “Abre a janela”, “Nada Além” será apresentado de 7 a 29 de maio, sábado às 20:30h e domingo às 19:30, hno Teatro Ipanema, Rio de Janeiro. No palco, junto com Tuca Andrada estarão cinco músicos convidados: Berval Moraes, João Bittencourt, Cassius Theperson, Caio Cezar Sitonio e Rodrigo Revelles. Nos poucos diálogos com a plateia, Tuca fará menção de uma época, da importância de Orlando Silva para a música brasileira, de como influenciou toda uma geração, incluindo Lúcio Alves, Ciro Monteiro, João Gilberto e Caetano Veloso.

– O cara gravou tudo de melhor. Estou contente por prestar essa homenagem e mostrar o Orlando pelos olhos do Tuca. Esse show é uma demonstração de paixão pelo Brasil, de amor pelo nosso país. Em um momento em que estamos precisando muito disso –, diz Tuca Andrada, que está escalado para “A Lei do Amor”, próxima novela das 21h da TV Globo.

Em 2004, Tuca Andrada estreou o espetáculo musical “Orlando Silva – O cantor das multidões”, que teve um estrondoso sucesso. Por mais de 3 anos, viajou em turnê por mais de 40 cidades e foi visto por cerca de trezentas mil pessoas, com temporadas prorrogadas no Rio e em São Paulo.

– Percebemos uma grande fidelidade dos fãs do cantor, que assistiam diversas vezes ao espetáculo, idosos que viram o sucesso de Orlando e seus filhos e netos que foram contaminados com tanto talento. E sempre foi muito cobrado pelos espectadores, que produzíssemos um show de Tuca Andrada com as canções cantadas por Orlando Silva. Acreditando que este seja o momento certo, surge o projeto de fazer um show inédito para homenagear o centenário do cantor comemorado entre outubro de 2015 a outubro de 2016 –, comenta Claudia Marques.

– Para o show a abordagem é diferente do musical, porque em síntese, é uma homenagem do ator-cantor Tuca ao centenário do Orlando. Nele, não se conta a história do Orlando, se canta. É quase um ‘Orlando por Tuca’ onde seus maiores sucessos serão revisitados, junto à músicos de primeira linha. Nossa intenção é que as pessoas saiam deste show emocionadas e felizes, por relembrarem ou até mesmo conhecerem os sucessos de Orlando Silva na voz de Tuca Andrada –, comenta Inez Viana.

– Há 12 anos, nosso Tuca-Orlando-Silva-Andrada prestava uma linda homenagem ao cantor das multidões cantando seu repertório e contando um pouco a história de Orlando e dos anos dourados da Rádio Nacional, entre outras. Agora, com o show estamos mais livres para cantar e tocar seu repertório, sem preocupação com duração ou formato específico para dramaturgia. Talvez, após seus 100 anos de nascimento estejamos mais próximos do que seria uma apresentação do Orlando Silva –, diz Marcelo Alonso Neves.

O cantor das multidões

Orlando Silva não é apenas mais um grande cantor brasileiro, ele é um divisor de águas dentro da MPB. Perdeu o pai cedo, vitimado pela gripe espanhola e logo teve que começar a trabalhar para o sustento da família. Já nessa época era conhecido pelos vizinhos e amigos por sua voz ímpar e sempre foi incentivado a tentar a carreira no rádio. Foi descoberto pelo compositor Bororó, nos corredores da Radio Cajuti, que imediatamente o apresentou a Francisco Alves que impressionado com a sua voz resolveu lança-lo. Foi sucesso imediato e a cada canção lançada na sua voz seu prestígio aumentava. Era uma mistura de Francisco Alves e Silvio Caldas, os dois grandes nomes da época, mas imprimia um estilo próprio que encantava as plateias. É reconhecido não só como um excelente cantor, mas como um criador dentro da musica brasileira. Todas as gerações de cantores depois dele foram influenciadas pelo seu canto e por sua força interpretativa. Orlando Silva influenciou artistas como João Gilberto e Caetano Veloso e se pode encontrar ecos de sua arte até hoje em dia.

Roteiro musical do show “Orlando Silva – Nada Além”

A Jardineira – Benedito Lacerda e Humberto Porto
Abre a janela – Arlindo Marques Junior e Roberto Roberti
Meu consolo é você – Nassara e Roberto Martins
Preconceito – Marino Pinto e Wilson Batista
Curare – Bororó
Sertaneja – Rene Bitencourt
Magoas de caboclo – J. Cascata e Leonel Azevedo
Lábios que beijei – J. Cascata e Leonel Azevedo
Carinhoso – João de Barro e Pixinguinha
Súplica – Deo, Jose Marcilio e Otavio Gabus Mendes
Nada Além – Custódio Mesquita e Mário Lago
Rosa – Otavio de Souza e Pixinguinha
Dama do Cabaré – Noel Rosa
Errei Erramos – Ataulfo Alves
Aos pés da cruz – Marino Pinto e Zé da Zilda
Atire a primeira Pedra – Ataulfo Alves e Mario Lago
Alegria – Assis Valente e Durval Maia
Céu Moreno – Uriel Lourival
Nada Além – Custódio Mesquita e Mario Lago

Ficha Técnica
Intérprete: Tuca Andrada
Direção Musical: Marcelo Alonso Neves
Direção Artística: Inez Viana
Direção de Produção: Claudia Marques
Roteiro: Fabrício Branco
Músicos: Berval Moraes (contra baixo), João Bittencourt (piano e acordeon), Cassius Theperson (bateria), Caio Cezar Sitonio (violão) e Rodrigo Revelles (sax alto e flautas)
Direção de Arte: Claudia Marques
Iluminação: Ana Luzia Molinari De Simoni
Assessoria de Imprensa: Ney Motta
Realização: Fábrica de Eventos
Patrocínio: Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro e Secretaria Municipal de Cultura

Show “Orlando Silva – Nada Além”
Local: Teatro Ipanema. Rua Prudente de Morais, 824, Ipanema, Rio de Janeiro (tel. 3594-2690)
Informações: 21 2224-3985 (segunda a sexta das 11h às 19h)
Temporada: 7 a 29 de maio, sábado às 20:30h e domingo às 19:30h
Ingresso: R$ 50,00 (inteira)
Duração: 60 minutos
Classificação: LIVRE

Previous O menino que queria ser bombeiro
Next Inscrições abertas para o Dance Kids Joinville

About author

Editor review

Summary

Orlando Silva foi ídolo absoluto de uma época, e que deveria estar até hoje sendo homenageado junto à Frank Sinatra, Billie Holiday e Edith Piaf, só para citar outros gênios nascidos em 1915, mesmo ano que Orlando nasceu –, diz Inez Viana.

You might also like

Estreias 0 Comments

Theatro Municipal do RJ abre a temporada lírica com a ópera Dom Quixote

Aclamada pela crítica e pelo público paulistanos, a ópera Dom Quixote, de Jules Massenet, será realizada pela Fundação Teatro Municipal do Rio de Janeiro, vinculada à Secretaria de Estado de

Estreias 0 Comments

Floema, adaptação inédita da obra de Hilda Hilst

Nesta primeira obra de ficção da autora há o embate entre o Homem e Deus, onde um evoca o outro: o Homem quer as respostas e Deus lhe oferece as

Estreias 0 Comments

“Fina Camada”, espetáculo inédito de dança contemporânea

Da Vivá Cia de Dança, a montagem será apresentada no dia 30/03 (quarta), às 20h, com ingressos que custam até R$ 8

0 Comments

No Comments Yet!

You can be first to comment this post!