Produção Independente no Brasil em debate no FITV 2012

Produção Independente no Brasil em debate no FITV 2012

Por Rebeca Dourado
Redação

O 8º Festival Internacional de Televisão promoveu ontem, 9, o encontro entre Luis Antonio Silveira, produtor executivo da Conspiração Filmes, Roberto Lima, assessor do diretor da Ancine, Glauber Piva, e o público. A palestra foi mediada pelo diretor do Instituto de Ensinos de Televisão, que promove o festival.

Com o auditório cheio, os palestrantes apresentaram e discutiram idéias sobre os “Rumos da Produção Independente no Brasil”. Luis Antonio Silveira, deu ênfase à recente trajetória da TV por assinatura no país. O Brasil com seus 20 anos de mercado fica atrás da Argentina, por exemplo, com 50 anos de experiência. Luis mencionou um equívoco cometido por programadoras no início dos anos 90, quando o formato fornecido à America Latina era completamente em espanhol. “Aqui se passava até comercial em espanhol”, comenta ele.

Sobre o mercado atual, o produtor executivo da Conspiração Filmes deu importância ao investimento do projeto/roteiro. Considera o estudo do produto e do público um elemento fundamental para as produtoras independentes. “Como fazer uma programação para a classe C? Tem que entender o canal. Tem que assistir o veículo antes para direcionar o produto”, explica Luis.

O diretor da Ancine não pode ir à palestra por estar em reunião com a ministra da Cultura, Marta Suplicy, e enviou seu assessor, Roberto Lima, que apresentou a nova lei da TV paga. Lima deu início à apresentação explicando que “é preciso entender o momento de reestruturação do mercado audiovisual”.

RobertoLimaAncineFotoAndreCastilhoP&CPictures

A lei 12.485 define o serviço de comunicação audiovisual de acesso condicionado e que, independente de quem esteja produzindo, está sob a regulamentação da programação do canal.

Lima também mostrou dados estatísticos em que foram identificados 10 canais com cerca de 6200h de conteúdo brasileiro por ano a partir de setembro de 2013. O impacto da lei mostra que o número de pedidos de CPB (Certificado de Produto Brasileiro aumentou em cerca de 84,4% entre 2011 e 2012. Os dados apontam também que de 30 mil horas ao ano de programação, 20 mil é produto independente.

 

Previous Dez bairros do Rio de Janeiro recebem Biblioteca Itinerante
Next Marta Suplicy visita Funarte e Ancine no Rio de Janeiro

About author

You might also like

da Redação 0 Comments

“Baila Floripa 2013” começa no dia 30 de maio

Evento irá homenagear Carlinhos de Jesus
da Redação 0 Comments

Circuito Nacional de Teatro leva espetáculos teatrais gratuitos a 4 capitais

Serão disponibilizados 20 mil ingressos gratuitamente para alunos de escolas públicas, instituições sociais e grupos de ensino supletivo, que executarem ação de conscientização ambiental. Uma iniciativa que visa, ao mesmo tempo,

da Redação 0 Comments

Conferência inter-regional de Cultura tem pré-inscrições abertas

  Dando sequência a rodada de conferências inter-regionais que elegerá delegados/as para a II Conferência Distrital de Cultura, neste domingo ocorrerá a I Conferência inter-regional de Cultura das regiões administrativas

0 Comments

No Comments Yet!

You can be first to comment this post!