Personagens femininas de Bertolt Brecht são destaque em nova montagem teatral

Personagens femininas de Bertolt Brecht são destaque em nova montagem teatral

Diferentes textos do dramaturgo alemão ganham abordagem autoral

O Núcleo de Teatro Político As Brechtianas promove nos dias 21 e 22 de junho próximo, às 20h, no Centro Histórico-Cultural Santa Casa, em Porto Alegre, a estreia de Dialética da Coragem: Duas mães de seu tempo e um soldado atemporal. A montagem teatral faz uma abordagem autoral acerca de duas personagens de diferentes textos do dramaturgo alemão Bertolt Brecht (1898/1956) – A Mãe e Os Fuzis da Senhora Carrar – com a intervenção do “soldado atemporal”, personagem construído a partir dos escritos Lutando na Catalunya e 1984, de George Orwell. A estreia está inserida na programação de 10 anos do Grupo Trilho.

Como parte fundamental da narrativa, a trilha sonora conta com o músico convidado Demétrio Xavier, com o Grupo Vocal OTTO VOCI, formado por oito jovens componentes do coro vocal da UFRGS, e com o grupo Iyalodê Idunn e seus tambores afro-gaíuchos, comandados por Edu do Nascimento. Este conjunto sonoro traz à cena a cultura em sua correlação com as narrativas histórico-universais. A peça conta com projeções audiovisuais e intervenções de tecido acrobático como atrações fundamentais.

Segundo as diretoras da peça, Ana Campo e Caroline Falero, que também atuam, a postura do indivíduo perante os acontecimentos sociais de seu tempo, o restante da sociedade e a reflexão sobre revolução social como consequência e alternativa perante as brutais desigualdades e vazio humanitário do sistema capitalista são o foco da narrativa elaborada para a peça. “Fatos históricos como guerra, guerra civil, revolução e sua objetividade são permeados pela intervenção de trechos de Orwell, que atestam brutal lucidez sobre tais processos históricos, cuja repercussão nos faz concluir que a realidade só pode ser concebida com esse componente fundamental da subjetividade, o que contrapõe o primado ideológico de nosso tempo”, comenta a atriz Ana Campo, que atua e dirige o trabalho, ao lado da também atriz e diretora, Caroline Falero. Elas resumem: “nosso circo vem falar do pão”.

Na narrativa da peça Dialética da Coragem: Duas mães de seu tempo e um soldado atemporal, o núcleo sintetiza o ponto de encontro nevrálgico do dramaturgo alemão e do escritor inglês, para além da crítica à superestrutura do sistema social e econômico. “Não somos nós enquanto indivíduos dotados de vontade que determinamos a realidade, mas para as realidades objetivas há aqueles que dizem sim e aqueles que dizem não, contribuindo para perpetuar ou transformar o atual estado de coisas”, observa Caroline Falero.

FICHA TÉCNICA

Texto: Adaptação do Núcleo de Teatro Político As Brechtianas para A Mãe e Os Fuzis da Senhora Carrar, de Bertolt Brecht
Atuação e Direção: Ana Campo e Caroline Falero
Participações especiais: Demétrio Xavier, Grupo Vocal OTTO VOCI, Grupo Iyalodê Idunn
Coprodução: Grupo Trilho de Teatro Popular e Ventre Livre Ponto de Cultura e Saúde /Coletivo Catarse
Realização: Núcleo de Teatro Político As Brechtianas
Foto: Eugênio Barboza
APOIO: AFOCEFE SINDICATO – ACJM/RS – UGEIRM – ASSUFRGS -COLETIVO CATARSE – OCUPAÇÃO PANDORGA – SIMPA.

SERVIÇO:

Dialética da Coragem: Duas mães de seu tempo e um soldado atemporal, com o Núcleo de Teatro Político As Brechtianas
Dias 21 e 22 de junho de 2016, às 20h
Centro Histórico-Cultural Santa Casa, Av. Independência, 75, Fone: 51 3214-8255
R$ 10,00, com desconto de 50% para estudantes, idosos e classe artística.
Ingressos antecipados na Livraria Bamboletras, no Comitê Latinoamericano ou na bilheteria, nos dias de sessão, a partir das 19h

Previous Cia de teatro TROUPP PAS D’ARGENT estreia repertório
Next Personagem Marcela Banguela nasceu como estratégia de sobrevivência

About author

You might also like

da Redação 0 Comments

Projeto da Funarte formará técnicos do teatro em Goiás

Batizado como “Projeto Bastidores”, o resultado da parceria entre a Funarte e a Agência Goiana de Cultura pretende formar profissionais nas áreas técnicas das artes cênicas e visuais. Entre os

da Redação 0 Comments

São Paulo recebe a peça “O Pelicano”

 

Espetáculo dirigido por Denise Weinberg está em cartaz a partir desta quarta-feira.

da Redação 0 Comments

Cia. do Feijão recebe em sua sede o grupo “A BARCA” – A MÚSICA QUE O TEATRO TEM

Uma programação gratuita especial com trabalhos de artistas que têm em comum a intersecção entre as linguagens teatral e musical. Em síntese, este é o objetivo do projeto “Fusões –

0 Comments

No Comments Yet!

You can be first to comment this post!