Mostra Estudantil de Teatro chega a sua quarta edição

Uma nova geração de atores chega ao palco do Teatro II do CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil) com a Mostra Estudantil de Teatro IV. Coordenada desde o início, em 2006, por Hermes Frederico, a Mostra veio ganhando força e prestígio a cada edição, e agora, em 2009, traz espetáculos de 11 escolas de formação de ator do Rio de Janeiro. Estão presentes o Tablado, Nós do Morro, Uniorio, Univercidade, Casa de Cultura Eduardo Cabús, Escola de Teatro Leonardo Alves, Escola de Teatro Dirceu de Mattos, Escola Técnica Estadual de Teatro Martins Pena, Escola Técnica de Formação de Atores Tânia de Moraes, Eestácio de Sá e a Casa de Artes de Laranjeiras.

A edição 2009 tem seu foco na apresentação de trabalhos desenvolvidos pelas escolas de teatro do Rio de Janeiro. Cada uma delas mostrará seu estilo e suas concepções dramatúrgicas.

Espetáculos

Cada espetáculo fará duas apresentações, sempre com entrada franca.

O Tablado abre os trabalhos com o humor aguçado e a fina ironia de “Valentin”, de Karl Valentin, contando com a participação de George Sauma (o Tatalo, de Toma Lá, Dá Cá). Depois é a vez do Nós do Morro mergulhar no universo de Plínio Marcos com sua famosa, e anteriormente censurada “Barrela”, numa montagem que promete surpreender o espectador.

Na semana seguinte, dois clássicos: a Unirio encena “Woyzeck”, drama inacabado de Georg Büchner e a Univercidade leva para o palco uma coletânea de cenas de Shakespeare em “Mentira é o Mesmo que Verdade”.

A terceira semana combina humor e drama: a Casa de Cultura Eduardo Cabús apresenta sua comédia “Camisa de Força” e a Escola LEeonardo Alves mostra toda a intensidade de Maximo Gorki com “Ralé”. Humor e drama também estão presentes na quarta semana, quando a Escola Dirceu de Mattos apresenta “Mulheres… como compreendê-las! Ou se uma mulher não foi castigo suficiente, merece várias” (de Dirceu de Mattos) e a Martins Pena encena “O Mendigo” (de Bertold Brecht).

A quinta semana é caracterizada pela novidade. A Escola de Formação de Atores Tânia de Moraes exibe a peça “Sonata dos Loucos” (de Gilsergio Botelho) e a Estácio de Sá fala da situação da mulher desde a antiguidade até os dias atuais com “Você Não Passa de Uma Mulher”, coletânea de textos coordenada e adaptada pelo professor Sebastião Lemos.

A Mostra termina em grande estilo e sob a inspiração de Nelson Rodrigues. A CAL apresenta “O Casamento”, texto do dramaturgo, dirigido por Inez Viana, enquanto a Martins Pena retorna ao palco para comemorar os 101 anos de sua fundação. A mais antiga escola de teatro da América Latina fecha com chave de ouro, encenando “Pasión”, inspirada em contos ‘rodrigueanos’ e assinada por Jô Bilac, Camilo Pellegrini, Larissa Câmara, Leonardo Gênesis e Felipe Barenco.

Serviço:

Mostra Estudantil de Teatro IV

De 22 de outubro a 29 de novembro

De Quinta a Domingo, às 19 horas

CCBB – Rua Primeiro de Março, 66 – Centro – Tel.: (21) 3808-2020

Entrada Franca (distribuição de senhas uma hora antes do evento)

Capacidade: 158 lugares, incluindo boxes para 3 cadeiras de rodas

Idealização e Coordenação Geral: Hermes Frederico

Direção de Produção: Humberto Braga

Produção Executiva: Thadeu Vivas

Programação Visual: Marcus Claussen

Previous Bienal de Música Brasileira Contemporânea começa essa semana
Next Peça de Soffredini abre Festival no Guarujá (SP)

About author

You might also like

da Redação 0 Comments

Belo Horizonte recebe I Festival Internacional de Teatro de Objetos

A capital mineira, Belo Horizonte, recebe, entre os dias 24 e27 de setembro, o “I Festival Internacional de Teatro de Objetos”. As apresentações serão gratuitas e acontecem no Serraria Souza

da Redação 0 Comments

Humor e poesia do primeiro gole à saideira

Uma mulher compulsiva em crise com sua relação com o uísque se encontra com uma amiga que propõe um estudo sobre a embriaguez. Qual o limite entre beber para se

0 Comments

No Comments Yet!

You can be first to comment this post!