Edital do TCA vai selecionar dois espetáculos para próxima temporada

Edital do TCA vai selecionar dois espetáculos para próxima temporada

 

Por Paloma Jacobina 
Encerra-se, dia 6 de novembro, o prazo das inscrições para o edital de Montagem do TCA Núcleo (Núcleo de Teatro do Teatro Castro Alves), que traz inovações para o período 2009-2010 e recursos previstos de R$ 200 mil para cada um dos projetos contemplados. Além de ampliar o número de produções, que passou de uma para duas, o edital deste ano também levará uma de suas montagens para ser exibida no subúrbio ferroviário de Salvador, no Centro Cultural de Plataforma. 
Com temática livre, o espetáculo terá temporada no local com o intuito de envolver pessoas da comunidade nas atividades artísticas das oficinas, segundo o diretor do TCA, Moacyr Gramacho. O novo edital do TCA Núcleo está disponível no site do TCA (www.tca.ba.gov.br) e da Fundação Cultural (www.fundacaocultural.ba.gov.br). 
As regras deste ano também determinam que cada peça deverá ter, no mínimo, cinco atores. Os produtores interessados poderão se inscrever nos dois projetos, mas somente serão contemplados em uma das categorias. Devido ao formato ampliado, serão duplicadas as oficinas de atores, direção, produção, cenário, figurino e iluminação, envolvendo um número ainda maior de profissionais das artes cênicas, inclusive nomes internacionais que serão convidados para ministrar as oficinas, a exemplo da consagrada cenógrafa e escritora inglesa Pamela Howard.
O edital do TCA foi lançado pouco mais de uma semana depois do encerramento da montagem contemplada pelo projeto do ano passado, “Jeremias, o Profeta da Chuva”. Escrito e dirigido por Adelice Souza, o espetáculo ficou quase dois meses em cartaz, na Sala do Coro, sempre de sexta-feira a domingo. O TCA anunciou que 2.889 espectadores conferiram o trabalho, que teve, pela primeira vez no teatro baiano, sessões especiais com áudio-descrição e tradução em libras para deficientes visuais e auditivos. 
O projeto existe desde 1995, quando foi inaugurado com a montagem “Otelo”, com direção de Carmem Paternostro. Nesses 15 anos, espetáculos de sucesso como “Volpone”, de Ben Jonson, com direção de Fernando Guerreiro, e “Hamlet”, de Shakespeare, com direção de Arildo Déda, em 2005, têm marcado a história do teatro baiano. “Policarpo Quaresma”, de Lima Barreto, direção de Luiz Marfuz, por exemplo, levou sete indicações e cinco prêmios no Braskem de Teatro 2008.
Previous "O teatro é mais generoso"
Next Balé Teatro Guaíra comemora 40 anos

About author

You might also like

da Redação 0 Comments

“Espaguete – Uma Aventura no Navio”tem as duas últimas apresentações

Espetáculo infantil inédito da Cia dos Badulaques está em cartaz no teatro Macunaíma, sábado às 21h e domingo às 20h

da Redação 0 Comments

Mostra Internacional de Teatro acontece em junho na capital federal

 

O público brasiliense terá a oportunidade, durante todo o mês de junho, de assistir espetáculos teatrais de alguns dos mais importantes grupos da Argentina, Itália, Rússia e França.

0 Comments

No Comments Yet!

You can be first to comment this post!