Comunicação aliada à cultura

Comunicação aliada à cultura

Por Letícia Souza, redação Porto Alegre

Empresa de comunicação multimídia, o Grupo RBS sempre foi sinônimo de tradição e pioneirismo no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina. Porém, há algum tempo, a afiliada mais antiga da Rede Globo tem se destacado em uma área inovadora: a de apoio a projetos culturais. Só em 2009, cerca de 55 espetáculos de teatro e de dança contaram com o incentivo do Grupo RBS.
O apoio institucional, quando solicitado, destina-se exclusivamente a peças teatrais com temporada de, no mínimo, duas semanas e é concedido, apenas, para duas temporadas ao ano, independentemente do número de semanas. Assim, propicia não só uma grande diversidade de espetáculos, mas que novos talentos sejam descobertos. A divulgação das apresentações aparece por meio de chamadas de apoio, com duração de 15 segundos, veiculadas na RBSTV e na TVCom (este material de divulgação é elaborado pelos atores ou equipe de produção).
Um dos espetáculos mais assistidos no Rio Grande do Sul, e que contou com apoio institucional do Grupo RBS,  é o “Homens de Perto”. Inicialmente com a proposta de quebrar o paradigma de que apresentações teatrais tratam apenas dos problemas femininos, a peça, com direção de Nestor Monastério, e encenação de Zé Victor Castiel, Rogério Beretta e Oscar Simch, tem como objetivo levar aos palcos, de forma irreverente, as aflições masculinas para entender as mulheres e os problemas do cotidiano. Atualmente em turnê pelo Brasil, é sucesso de público e crítica.
Com uma produção cultural bem diversificada, aliada a um público exigente e apegado à espetáculos locais, o Rio Grande do Sul orgulha-se de ver muitos atores, descobertos nos palcos gaúchos, atuando em peças e emissoras pelo Brasil. “O objetivo é a formação de plateia e reconhecimento de talentos locais. Se trabalharmos com estes atores e técnicos do Estado, valorizamos a cadeia produtiva e a economia da cultura”, ressalta Alice Urbim, participante do Comitê de Cultura do Grupo RBS e responsável pelo apoio cultural dos espetáculos.
Seus mais de cinco mil colaboradores também são beneficiados com estas iniciativas. O projeto “Vá ao Teatro” distribui ingressos de espetáculos apoiados pelo Grupo aos seus funcionários, a fim de agregar conhecimento e cultura às suas vidas. Aqueles que tiverem interesse em assistir determinada peça de teatro, devem procurar o setor responsável para receberem, sem nenhum custo, o acesso livre aos eventos.
Apesar de serem maioria no rol de atividades apoiadas pelo Grupo RBS, o teatro e a dança não são os únicos a contarem com o incentivo. O Salão Jovem Artista, realizado de dois em dois anos, organiza exposições em áreas de Porto Alegre, como o Margs e a Usina do Gasômetro, e de peças produzidas por novos talentos na área de artes plásticas. Outro projeto é conhecido como “Histórias Curtas”, que incentiva a produção audiovisual e teledramaturgia gaúcha, movimentando o mercado profissional de artistas.

Previous A Man of No Importance
Next Ópera legitimamente brasileira

About author

You might also like

Marketing Cultural 0 Comments

Sem dar passos no escuro

Tirar todas dúvidas é a melhor maneira para se evitar problemas na hora das prestações de contas, seja para empresas públicas ou privadas

Marketing Cultural 0 Comments

Oi para o Futuro

Empresa de telefonia amplia seus investimentos em projetos sociais e culturais pelo Brasil  Por Daniel Pinton Fundado em 2001, o Oi Futuro, instituto de responsabilidade da empresa de telefonia Oi,

Marketing Cultural 0 Comments

0 Comments

No Comments Yet!

You can be first to comment this post!